Com gol contra nos minutos finais, Botafogo perde para a Ponte Preta

0
53

O Botafogo perdeu para a Ponte Preta com o placar de 1 a 0 em partida realizada na noite desta sexta-feira (4). O gol do triunfo da Macaca foi anotado por Gilson, que marcou contra. Com o resultado, o Pantera fica com oito pontos ganhos e está na 12ª colocação. O próximo jogo é no sábado (12), às 19h, diante do Náutico, no estádio dos Aflitos.

Mais uma vez, o Botafogo fez bom jogo, mas não saiu com a vitória. Desta vez, a nota cruel fica para Gilson, que fez contra o próprio patrimônio aos 46 do segundo do tempo. O gol castigou o Pantera, que recuou demais na reta final da partida e trouxe a Ponte para dentro do seu campo.

Agora, o Tricolor aumenta a sequência negativa de resultados e chega ao quarto jogo consecutivo sem vitória no Campeonato Brasileiro.

O jogo

A primeira etapa foi marcada pelo equilíbrio, mas as melhores oportunidades ficaram para o Botafogo. Mesmo jogando em casa, a Ponte Preta não conseguiu impor seu sistema de jogo e viu o Pantera levar mais perigo nos contra-ataques.

O Tricolor, inclusive, finalizou mais vezes do que a Macaca. Ao todo, foram nove finalizações do Botafogo, contra apenas cinco da Ponte.

Até os 20 minutos, a partida ficou restrita a disputas no meio-campo e muitos erros de passes de ambas as equipes. Depois disso, o Pantera tomou conta das ações e quase chegou ao primeiro gol.

Aos 27 minutos, Luketa fez boa jogada pelo lado direito, foi para cima da marcação e cruzou na medida para Wellington Tanque. Na pequena área, o camisa 9 botafoguense pegou de primeira e mandou por cima do gol defendido por Ivan, perdendo a melhor chance de gol da primeira etapa.

O Botafogo voltou a assustar aos 42 minutos. Bolt lançou na área, Tanque deixou a bola passar e quase surpreendeu o goleiro da Ponte, que estava atento na jogada e evitou o gol botafoguense.

A única chance de gol da Macaca veio aos 45 minutos. Apodi avançou pelo lado direito e cruzou na cabeça de Matheus Peixoto, que subiu mais que a defesa e testou firme. A bola passou tirando tinta da trave do gol defendido por Darley.

A segunda etapa começou na mesma tônica do fim da primeira, com o Botafogo em cima da Ponte. Aos 6 minutos, o Pantera quase abriu o placar. Rafinha arriscou chute da entrada da área e exigiu boa defesa do goleiro Ivan.

Na sequência da partida, o Botafogo mudou de postura, recuou as linhas de marcação e passou a deixar a Ponte jogar, esperando algum vacilo dos donos da casa para investir nos contra-ataques.

A Ponte levou perigo aos 21 minutos. Yuri levou a bola até o fundo e cruzou na área. A bola passou pelo goleiro Darley e o zagueiro Robson fez um corte providencial para evitar o perigo.

Aos 28 minutos, Jordan deu bobeira, afastou mal e a bola sobrou para Matheus Peixoto. O atacante da Ponte Preta soltou o pé de perna direita no ângulo. Bem posicionado, Darley deu uma linda ponte e evitou o primeiro gol da partida.

O Botafogo voltou a levar perigo aos 35 minutos. Wellington Tanque ganhou disputa pelo alto e a bola sobrou para Dodô, que emendou de primeira e soltou uma bomba que passou perto do gol defendido por Ivan.

Nos minutos finais, aos 46 minutos, a Ponte abriu o placar. Após chutão de Ivan, Gilson tentou recuar de cabeça para o goleiro Darley e acabou mandando a bola para o fundo do gol.

Sem tempo para reagir, o Botafogo até tentou fazer pressão, mas sem força, não conseguiu chegar ao gol de Ivan e saiu derrotado com o placar de 1 a 0 do estádio Moisés Lucarelli.

Comentários