Coronel Fernando Ferreira Leite – Ampliação de avenida já está 45% concluída

0
56
FERNANDO GINZAGA/ CCS

As obras de ampliação da ave­nida Coronel Fernando Ferreira Leite e de implantação do projeto de canalização do córrego Califór­nia já tiveram 45% de seus serviços concluídos. O projeto começou em julho deste ano com o objetivo de ampliar a via entre as avenidas Braz Olaia Acosta e Caramuru, na Zona Sul, numa extensão de 1,3 quilômetro. Esta é uma das 27 in­tervenções do Programa Ribeirão Mobilidade e conta com um pra­zo de execução de 18 meses.

De acordo com o secretário de Obras Públicas, Pedro Luiz Pegoraro, a primeira etapa da ter­raplanagem já foi concluída, assim como a implantação da rede de esgoto. A empresa licitada segue com a retificação do traçado do córrego e implantação do canal de concreto, prestes a iniciar o pavi­mento e asfalto no retorno próxi­mo ao Jardim Califórnia.

“Os próximos passos serão a colocação de rede de drenagem, implantação da avenida com ruas e compactação, colocação de traçados, linhas, sarjetas e ilu­minação. É importante ressaltar que resolvemos uma importante questão de saneamento básico, já que a obra inclui a instalação de interceptores de rede de esgoto no córrego Califórnia – um pedi­do dos moradores há mais de 30 anos”, afirmou o chefe da pasta.

A empresa responsável é a Construtora Said, contratada via processo licitatório sob o va­lor de R$ 13.230.249,72. O valor previsto inicialmente era de R$ 22.012.764,87, permitindo uma economia de 40% aos cofres pú­blicos. A obra resultará em uma li­gação direta entre as zonas Oeste e Sul, integrando melhor a Vila Vir­gínia, na avenida Luzitana, com acesso pela Caramuru, seguindo em direção à avenida Indepen­dência até o terminal de ônibus da avenida Presidente Vargas, próxi­mo ao RibeirãoShopping.

Serão beneficiados os mora­dores do Parque Ribeirão Preto, Jardim Califórnia, Jardim Flórida, Vila Ana Maria, Alto da Boa Vista, Jardim Irajá e Jardim Botânico. A intervenção faz parte das 27 obras do Programa Ribeirão Mobilida­de, cujo objetivo é oferecer maior qualidade de vida aos usuários do transporte coletivo urbano, garan­tindo agilidade e fluidez do trânsi­to, redução dos pontos de conges­tionamento e criação de conexões diretas de um ponto a outro da cidade e, consequentemente, me­nos tempo dentro do ônibus.

Ao todo, serão 56 quilômetros de corredores de ônibus percor­rendo as principais avenidas do município, além de pontes, túneis, viadutos, recapeamentos asfálticos, duplicação de avenida e abertura de vias públicas que proporcionarão maior conforto a 4.154.118 usuá­rios do transporte público.

O investimento total se aproxima de R$ 500 milhões, sendo R$ 310 milhões prove­nientes de recursos do Progra­ma de Aceleração do Cresci­mento II – PAC da Mobilidade Urbana e do Saneamento.

O restante, cerca de R$ 190 milhões, vem do Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamen­to (Finisa) e outras agências de crédito. Já foram entregues as três pontes na avenida Francisco Junqueira, a duplicação da Mug­natto Marincek, as quatro fren­tes de recapeamento concluídas e o recape da rua Tapajós.

Estão em execução a recu­peração da Estrada do Piripau, a ampliação da Coronel Fernan­do Ferreira Leite, a readequação viária da Praça Hélio Smidt, o prolongamento da avenida Pro­fessora Dina Rizzi, o viaduto sobre o córrego Retiro Saudoso, os reca­peamentos iniciados em outubro, recapes iniciados em 12 de no­vembro e o início da implantação do viaduto na avenida Brasil sobre a avenida Mogiana.

Interdição
A Empresa de Trânsito e Transporte Urbano de Ribeirão Preto (Transerp) informa que nes­ta quarta-feira, 20 de novembro, devido ao andamento das obras na praça Helio Smidt, no Jardim América, na Zona Sul, haverá alte­ração no trânsito na região. A rua Ary Mariano da Silva passará a ser mão única de direção no sentido à avenida Antônio Diederichsen.

O acesso pela alça ao lado do viaduto pela avenida Doutor Francisco Junqueira será apenas local e o cruzamento por baixo do viaduto será fechado. O trecho da avenida Antônio Diederichsen com a Nove de Julho também será de acesso local para os moradores do edifício residencial, funcioná­rios do escritório de advocacia e das lanchonetes deste trecho.

Quem deseja acessar a ave­nida Nove de Julho ou a avenida Antônio Diederichsen no sentido da Presidente Vargas pela Fran­cisco Junqueira deverá obrigato­riamente utilizar a rua Cândido Portinari e virar à esquerda na avenida Portugal.

Condutores que vêm da An­tônio Diederichsen e pretendem acessar a Nove de Julho ou a Por­tugal em sentido da região cen­tral, deverão passar por cima do viaduto e ir até o retorno defronte ao Parque Prefeito Luiz Roberto Jábali (Curupira), para novamen­te passar pelo viaduto e seguir em direção das avenidas.
Transporte coletivo
Por causa das obras, a linha 148 – Santa Cruz/Alto do Ipiranga terá novo trajeto. Seguirá normal até a avenida Portugal, seguindo pela avenida Antônio Diederi­chsen, avenida Nove de Julho, Viaduto Ayrton Senna, avenida Costábile Romano, retorno de­fronte ao Parque Prefeito Luiz Roberto Jábali (Curupira), ave­nida Costábile Romano sentido Bairro/Centro, Viaduto Ayrton Senna, avenida Nove de Julho, avenida Portugal, retomando ao seu itinerário normal.

Comentários