Estado já soma 208 óbitos e 3.506 casos

0
29
UMIT BEKTAS/REUTERS

O Estado de São Paulo re­gistrava nesta quinta-feira, 2 de abril, 208 óbitos relacionados ao novo coronavírus, causador da covid-19. Os dados são re­sultado de uma força-tarefa da Secretaria de Estado da Saú­de para diagnosticar todas as mortes consideradas suspeitas que estavam no Instituto Adol­fo Lutz, na capital paulista.

Das 201 amostras, 93 já tiveram o diagnóstico con­cluído e entre elas 20 foram consideradas positivas para covid-19. O processamento das demais amostras está em fase final e os resultados serão divulgados nesta sexta-feira, dia 3. Estes resultados serão comunicados as unidades e municípios notificantes.

O total soma 117 homens e 91 mulheres. O Estado tem também 3.506 casos confir­mados. Os óbitos concen­tram-se em 21 cidades, sendo que cinco delas registram a primeira morte: São Vicente e Praia Grande, na Baixada Santista, e Francisco Morato, Itaquaquecetuba e Arujá, na Grande São Paulo.

Assim, saltou para 21 o número de municípios com mortes pela doença: São Paulo, Guarulhos, Osasco, Embu das Artes, Ribeirão Preto, Santo André, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo, So­rocaba, Taboão da Serra, Cam­pinas, Caieiras, São Sebastião, Vargem Grande Paulista, São Vicente, Praia Grande, Suzano, Itaquaquecetuba, Arujá, Fran­cisco Morato e Cotia.

Máscaras
O governador João Doria (PSDB) anunciou, nesta quinta­-feira (2), a ampliação da capaci­dade de confecção de máscaras de proteção contra o coronavírus nas unidades prisionais de São Paulo. A meta é chegar a uma produção diária superior a 50 mil máscaras, que serão utilizadas por servi­dores que atuam no combate à pandemia nas áreas da Saúde e Segurança, além de funcionários da Secretaria de Administração Penitenciária (SAP).