Gustavo Infante vai lançar álbum

0
26

O cantor, violonista e compositor Gustavo Infante apresenta “Ser”, seu álbum de estreia em que apresenta uma sonoridade incomum criada a partir de seu violão e de sua voz, com samplers de Sérgio Machado. Para marcar o lan­çamento, o artista estará acom­panhado do guitarrista Gui­lherme Held, nesta sexta-feira, 23 de outubro, às 21 horas.

A live será transmitida pelo site da Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto (https://www.funda­caodolivroeleiturarp.com/) e o canal do YouTube https:// www.youtube.com/user/Fei­raDoLivroRibeirao. O disco, produzido por Sérgio Ma­chado (Plim), conta com as participações especiais de Ju­çara Marçal (voz), Guilherme Held (violão) e Lívia Carolina (percussão).

O projeto é um lançamen­to do Coletivo Selo Disgrama (@disgramaofficial) no qual Gustavo Infante colabora conjuntamente com Ser­gio Machado, Lello Bezerra, Everton Santos, Violence e Bebé Salvego. A temática das canções dialoga com mitos e arquétipos – orixás e santos – e os arranjos se conectam livremente com a diversidade musical do Brasil.

O repertório é composto pelas canções “Comedor de caracóis”, “Rio Mãe”, “Canto”, “Casa Branca”, “Ser”, “Nave­gantes”, “Entre mundos”, “Ca­ramujo”, “Etéreo” e “Vórtex”. Todas as composições são somente de Gustavo Infante, exceto “Ser”, feita em parceria com Guilherme Held, e “Eté­reo”, com Pedro Lumbriga.

O projeto “Ser” foi reali­zado com o apoio do governo de São Paulo, via Secretaria de Cultura e Economia Cria­tiva do Estado, e Programa de Ação Cultural (ProAc).

Mestre em Música pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Gus­tavo Infante atua como violo­nista, compositor e cantor do seu trabalho autoral. Em 2016, lançou de forma independente o EP “Transe”, ao lado da per­cussionista Lívia Carolina.

Foi violonista do Quiten­to ColoQuial e com o grupo, participou do festival Men­doza en Bossa, na Argentina. Em maio de 2013, o grupo lançou o disco “Mergulho”. Tem parceria com a artista Letícia Rodrigues em traba­lhos de dança com música ao vivo e no primeiro semestre de 2019, circularam com o espetáculo “0 (Zero)”.

Guilherme Held é composi­tor, produtor musical e guitarris­ta. Ativo na cena musical de São Paulo, já tocou e gravou com Criolo, Lanny Gordin, Mariana Aydar e Romulo Fróes. Gravou o DVD “Criolo e Emicida ao vivo”, no disco “Convoque Seu Buda” (Criolo), entre outros.

Fez participação especial em discos de Kiko Dinuc­ci, Rodrigo Campos, Xenia França. Participou do filme “Sotaque Elétrico” ao lado de grandes guitarristas que fa­zem parte da história da gui­tarra elétrica no Brasil. Atual­mente toca com Don L, Jards Macalé, Rubel, entre outros.

Comentários