TÂNIA RÊGO/AG.BR.

A Secretaria Municipal da Saúde abre neste sábado, a partir das 8h30, o agenda­mento para a aplicação da se­gunda dose contra covid-19 em idosos com idade entre 69 e 71 anos que anteriormente receberam a Coronavac, va­cina desenvolvida no Brasil pelo Instirtuto Butantan em parceria com a biofarmacêu­tica chinesa Sinovac.

Para essa faixa etária, a va­cinação acontecerá na terça e na quarta-feira, dias 20 e 21 de abril (feriado de Tiradentes), em 36 Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) distribuídas por Ribeirão Preto. Foram dispo­nibilizadas 13.100 vagas para esse grupo etário. O agenda­mento pode ser feito no site da prefeitura (www.ribeiraopre­to.sp.gov.br) e pelos telefones 3977-9441 ou 3977-9442.

Os acamados desta faixa etária podem recebr a vaci­na em sua própria casa, por meio do Serviço de Aten­ção Domiciliar (SAD). Basta acessar o site da prefeitura e fazer o agendamento. O tele­fone é 3977-7111. Nos locais de vacinação (UBS’s), os ido­sos devem apresentar algum documento oficial com foto – Registro Geral (RG) ou Car­teira Nacional de Habilitação (CNH), entre outros –, Ca­dastro de Pessoa Física (CPF) e comprovante de residência.

O agendamento permite a escolha do horário e em qual UBS a pessoa quer ser vaci­nada. A Secretaria Municipal da Saúde aplicou, nesta sexta­-feira (16), a primeira dose da vacina contra a covid-19 em idosos de 67 anos. Eram 4.500 vagas disponíveis e a imuniza­ção foi realizada em um único dia para não confrontar com a vacinação de outros grupos.

O Estado também já está vacinando idosos de 67 anos. Já quem tem 65 e 66 anos po­derá tomar a vacina a partir de 21 de abril, segundo a Saúde estadual, mas em Ribeirão Pre­to o início de imunização deste grupo depende de deliberação da Secretaria Municipal da Saúde. O novo grupo totaliza 1,11 milhão de “paulistas”.

O avanço da campanha de­pende da chegada das vacinas da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) para êxito no cro­nograma definido pelo Plano Estadual de Imunização (PEI). O objetivo é vacinar 350 mil pessoas de 67 anos. No dia 21, outras 760 mil pessoas com 65 e 66 anos poderão receber a primeira dose.

A Secretaria Municipal da Saúde também encerrou nesta quinta-feira (15) a campanha para aplicação da segunda dose da vacina contra a co­vid-19 em idosos com idade entre 72 e 74 anos. As pessoas desta faixa etária receberam a Coronavac. Quem foi vacina­do com o produto da Univer­sidade de Oxford/AstraZeneca terá de aguardar para receber a segunda aplicação.

Foram disponibilizadas dez mil vagas para esse grupo etá­rio. Entre quarta (14) e quin­ta-feira, também foram imu­nizados 3.370 profissionais da educação. O governo de São Paulo já definiu o cronograma definido para pessoas na faixa etária de 60 a 64 anos, mas a vacinação também dependerá da entrega da vacina da Fun­dação Oswaldo Cruz.

O novo grupo totaliza 2,24 milhões de pessoas, incluindo 840 mil com 63 e 64 anos, que poderão receber a primeira dose a partir do dia 29 de abril. As demais 1,4 milhão de pes­soas têm 60, 61 e 62 anos, com cronograma a partir de 6 de maio. Todas as pessoas que já completaram seu esquema va­cinal, com duas doses, dentro do prazo de 21 a 28 dias, rece­beram a vacina do Butantan.

Em Ribeirão Preto, a imu­nização deste público depende da chegada de novos lotes de vacina. Após a vacinação de pessoas com mais de 60 anos, o Plano Estadual de Imuniza­ção (PEI) seguirá orientação do Ministério da Saúde e imu­nizará as pessoas com comor­bidades de risco para a doença. Por exemplo, pessoas que te­nham diabetes, doenças renais e do pulmão.