Neste sábado (2), a Mega­-Sena sorteia o prêmio de R$ 50 milhões do concurso 1.964. O sorteio será às 20 horas, na praça Marechal Deodoro da Fonseca, em Bom Jesus da Lapa (BA), onde está o Caminhão da Sorte da Caixa Econômica Federal. Para garantir o futuro com pouco esforço, o ganha­dor pode investir na poupança e obter um rendimento mensal aproximado de R$ 280 mil.

Se preferir investir em bens, o sortudo pode adquirir 20 fran­quias de marcas consolidadas no mercado ou comprar 16 imóveis de R$ 3 milhões cada. A aposta mínima na Mega-Sena é de R$ 3,50 e pode ser feita até as 19 ho­ras de hoje em qualquer das mais de 13 mil lotéricas do país.
Lotofácil da Independência – Na próxima quinta-feira, feriado de Sete de Setembro, o concurso especial da Lotofácil da Indepen­dência vai sortear o prêmio pre­visto de R$ 80 milhões, que teve alta de 6,66% devido ao aumento da venda dos jogos – a acréscimo de R$ 5 milhões em relação à pre­visão inicial, de R$ 75 milhões.

As apostas podem ser feitas até as 19 horas de quarta-feira, dia 6, véspera do sorteio, em qual­quer lotérica. Os números serão sorteados a partir das nove horas do dia 7, no Caminhão da Sorte da Caixa Econômica Federal, que estará estacionado no Parque da Independência, no bairro do Ipi­ranga, em São Paulo.

Se o dinheiro for investido na poupança, a fortuna rende­ria ao ganhador o equivalente a outro prêmio de loteria por mês, cerca de R$ 450 mil. Caso o sortudo prefira investir em bens, a bolada é suficiente para comprar 40 imóveis no valor de R$ 2 milhões cada ou uma frota de mais de 500 carros de luxo.

Para jogar na Lotofácil da Independência, basta marcar de 15 a 18 números dentre os 25 disponíveis no volante. A aposta simples custa R$ 2. Ganha quem tiver 11, 12, 13, 14 ou 15 acertos. Como nos demais concursos es­peciais – Dupla de Páscoa, Quina de São João e Mega da Virada –, o prêmio principal não acumula. Se não houver apostas vence­doras com 15 acertos, o prêmio principal será dividido entre os acertadores de 14 números e as­sim sucessivamente.

Como proteger seu prêmio – O recibo de aposta é um título ao portador, mas o apostador pode torná-lo pessoal e intransferível e assim garantir que só ele possa re­ceber um eventual prêmio. Basta colocar as informações pessoais, como nome completo, Cadastro de Pessoa Física (CPF), assinatura e endereço, no verso do bilhete.

O prêmio de qualquer uma das Loterias Federais prescre­ve em 90 dias a contar da data do sorteio. Depois desse prazo, o valor é repassado ao Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Por isso, é importante que o apostador confira o re­sultado e resgate seu eventual prêmio o quanto antes.