Tribuna Ribeirão
DestaqueGeral

Túnel pode ter pista liberada

As obras do túnel que está sendo construído no local da antiga praça Salvador Spadoni, sob a avenida Nove de Julho, no Jardim Sumaré, que permitirá ligação direta entre as avenidas Independência e Presidente Vargas, na Zona Sul de Ribeirão Preto, já estão com mais de 70% dos trabalhos concluídos. O equipamento viário deve ficar pronto em setembro.

Porém, segundo o secre­tário municipal de Obras Pú­blicas, Pedro Luiz Pegoraro, a liberação parcial ao tráfego de veículos pode ocorrer ainda neste mês de abril. A ideia é autorizar a passagem de auto­móveis em uma das pistas da avenida Independência, senti­do Centro/Bairro.

Com isso, os motoristas que utilizam a avenida para chegar à Zona Sul da cidade e a bairros como o conjunto Habitacional João Rossi não precisarão mais fazer desvio por vários quarteirões. Atual­mente, os operários trabalham na área aberta do túnel. Esta é a última etapa de construção. As fachadas já estão prontas.

As chuvas que caem na cida­de desde dezembro têm preju­dicado os trabalhos e irritado os comerciantes. Depois de pronto, o túnel trará melhorias para o fluxo de veículos na região, be­neficiando entre sete e nove mil usuários do transporte coletivo e cerca de 5.400 veículos que tran­sitam no local, sendo 2.400 ape­nas nos horários de pico.

Túnel
“Na medida que avança­mos a obra, começamos a de­volver aos poucos a circulação de veículos no entorno do via­duto”, informou o secretário de Obras Públicas, Pedro Luiz Pegoraro. O prazo para entrega é setembro deste ano e o obje­tivo da obra é garantir maior fluidez e segurança no trânsito, agilidade nos deslocamentos, além da organização do espa­ço público e da preservação do meio ambiente.

Valor
A Rual Construções e Co­mércio Ltda., de São Paulo, venceu a licitação que envolve as obras de conclusão do tú­nel sob a praça Salvador Spa­doni. A empresa receberá R$ 27.185.960,56 e a previsão é que a obra seja concluída em 18 meses. O valor total inves­tido na intervenção será de R$ 30.068.952,06.

Os outros R$ 2.882.991,50 foram pagos à Contersolo Construtora, que em 2020 ven­ceu a licitação original, mas re­alizou apenas 14% dos serviços antes de desistir da obra alegan­do inviabilidade financeira por causa do aumento do preço de insumos como o aço. O contra­to foi rescindido unilateralmen­te pela administração munici­pal, em julho de 2021.

O valor de R$ 30.068.952,06 está R$ 10.186.252,04 ou 51,2% acima do previsto no primeiro contrato, de R$ 19.882.700,02, assinado com a Contersolo Construtora em 2020, e tam­bém supera em 17% o pre­visto no edital original, de R$ 25.706.975,99, aporte de R$ 4.361.976,07.

O túnel terá 381 metros de extensão. São 178 metros fe­chados e 203 metros de rampas de acesso, com 7,5 metros de largura e cinco metros de altu­ra, além de 20 módulos (nove totalmente fechados e onze de acesso). Será iluminado e terá duas claraboias de ventilação.

Também terá sistema de combate a incêndio, drenagem de águas da chuva. Terá nove módulos fechados em toda sua extensão. Depois de pronto, tra­rá melhorias para o fluxo de ve­ículos na região, beneficiando entre sete e nove mil usuários do transporte coletivo e cerca de 5.400 veículos que transitam no local.

O acesso ao túnel será pela avenida Independência com a rua Bernardino de Campos, passando por baixo da Pra­ça Salvador Spadoni e termi­nando na avenida Presidente Vargas, entre as ruas João Pen­teado e Eliseu Guilherme, o que criará um fluxo livre com semáforos apenas na parte ex­terna do túnel.

Postagens relacionadas

Prefeito viaja para Portugal

William Teodoro

Siamesas serão separadas hoje

William Teodoro

PUBLICIDADE: Grupo São Francisco

Redação 1

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade. Aceitar Política de Privacidade

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com