Tribuna Ribeirão
Esportes

Central do Vôlei Ribeirão é o maior bloqueador da Superliga

Renan Bin/FollowX Comunicação

Ao final da primeira fase, Petrus liderou quesito com 63 blocks e também está na Seleção dos Sonhos do campeonato

O São Francisco Sáude/Vôlei Ribeirão tem mais um motivo para comemorar após conseguir se manter na elite do voleibol brasileiro, a Superliga, para a temporada 2019/20. O central Petrus terminou a fase de classificação como o maior bloqueador da competição. No total, o camisa 15 fez 63 pontos no quesito em 22 rodadas, cinco a mais do que o segundo colocado, Wennder, do Itapetininga, e que o terceiro, Flávio, do Minas. O jogador ainda superou nomes consagrados, como Éder, do SESI-SP, Isac, do Sada/Cruzeiro, Lucão, do Taubaté, e Sidão, do Corinthians/Guarulhos, todos atletas de Seleção Brasileira, e Le Roux, astro da Seleção Francesa, atleta do Sada/Cruzeiro.

Estatísticas presentes no site oficial da Superliga

Em termos de média, o jogador é o segundo no quesito, com 0,76 de aproveitamento em bloqueios vencedores (63) x sets (83). O líder é o central Maurício Souza, do SESC-RJ, que teve um aproveitamento de 0,79 (56/71).

Time do sonho da Superliga 2018/19 (retirado do site oficial)

A grande Superliga de Petrus rendeu a ele um lugar na Seleção dos Sonhos da competição como o central titular, ao lado de Maurício Souza, do SESC-RJ, do oposto Wallace, também do SESC-RJ, dos ponteiros Lucarelli, do Taubaté, e Sander, do Cruzeiro, do levantador Winck, do Minas, e do líbero Mario Júnior, do Maringá.

Rafael Gonçalves/FollowX Comunicação

Contratado no início da temporada 2018/19, Petrus, de 31 anos, já possuía experiência na Superliga por ter atuado por Sada/Cruzeiro e Minas, mas foi pelo Cavalo que obteve o maior destaque na competição. Com 2,02m e grande impulsão, o jogador se tornou um verdadeiro “muro” para os adversários. Sua permanência em Ribeirão, no entanto, não é garantida para a próxima temporada, uma vez que propostas de outras equipes devem aparecer e o contrato com a equipe ribeirão-pretana se encerra ao final da competição. Atualmente, o jogador está de férias, assim como todo o elenco e comissão técnica da equipe.

Postagens relacionadas

Barão de Mauá e Futsal Ribeirão renovam parceria para 2021

William Teodoro

Após alta, Pelé agradece apoio

Redação 1

Vôlei Ribeirão perde na Cava pela Superliga B

William Teodoro
Esportes

Central do Vôlei Ribeirão é o maior bloqueador da Superliga

Renan Bin/FollowX Comunicação

Ao final da primeira fase, Petrus liderou quesito com 63 blocks e também está na Seleção dos Sonhos do campeonato

O São Francisco Sáude/Vôlei Ribeirão tem mais um motivo para comemorar após conseguir se manter na elite do voleibol brasileiro, a Superliga, para a temporada 2019/20. O central Petrus terminou a fase de classificação como o maior bloqueador da competição. No total, o camisa 15 fez 63 pontos no quesito em 22 rodadas, cinco a mais do que o segundo colocado, Wennder, do Itapetininga, e que o terceiro, Flávio, do Minas. O jogador ainda superou nomes consagrados, como Éder, do SESI-SP, Isac, do Sada/Cruzeiro, Lucão, do Taubaté, e Sidão, do Corinthians/Guarulhos, todos atletas de Seleção Brasileira, e Le Roux, astro da Seleção Francesa, atleta do Sada/Cruzeiro.

Estatísticas presentes no site oficial da Superliga

Em termos de média, o jogador é o segundo no quesito, com 0,76 de aproveitamento em bloqueios vencedores (63) x sets (83). O líder é o central Maurício Souza, do SESC-RJ, que teve um aproveitamento de 0,79 (56/71).

Time do sonho da Superliga 2018/19 (retirado do site oficial)

A grande Superliga de Petrus rendeu a ele um lugar na Seleção dos Sonhos da competição como o central titular, ao lado de Maurício Souza, do SESC-RJ, do oposto Wallace, também do SESC-RJ, dos ponteiros Lucarelli, do Taubaté, e Sander, do Cruzeiro, do levantador Winck, do Minas, e do líbero Mario Júnior, do Maringá.

Rafael Gonçalves/FollowX Comunicação

Contratado no início da temporada 2018/19, Petrus, de 31 anos, já possuía experiência na Superliga por ter atuado por Sada/Cruzeiro e Minas, mas foi pelo Cavalo que obteve o maior destaque na competição. Com 2,02m e grande impulsão, o jogador se tornou um verdadeiro “muro” para os adversários. Sua permanência em Ribeirão, no entanto, não é garantida para a próxima temporada, uma vez que propostas de outras equipes devem aparecer e o contrato com a equipe ribeirão-pretana se encerra ao final da competição. Atualmente, o jogador está de férias, assim como todo o elenco e comissão técnica da equipe.

Postagens relacionadas

Jogo emocionante leva o Bafo ao mata-mata

William Teodoro

Neymar sente dores no joelho e deixa treino

Redação 1

Carlos Augusto, do Timão, está na mira de clube italiano

Redação 1
Esportes

Central do Vôlei Ribeirão é o maior bloqueador da Superliga

Renan Bin/FollowX Comunicação

Ao final da primeira fase, Petrus liderou quesito com 63 blocks e também está na Seleção dos Sonhos do campeonato

O São Francisco Sáude/Vôlei Ribeirão tem mais um motivo para comemorar após conseguir se manter na elite do voleibol brasileiro, a Superliga, para a temporada 2019/20. O central Petrus terminou a fase de classificação como o maior bloqueador da competição. No total, o camisa 15 fez 63 pontos no quesito em 22 rodadas, cinco a mais do que o segundo colocado, Wennder, do Itapetininga, e que o terceiro, Flávio, do Minas. O jogador ainda superou nomes consagrados, como Éder, do SESI-SP, Isac, do Sada/Cruzeiro, Lucão, do Taubaté, e Sidão, do Corinthians/Guarulhos, todos atletas de Seleção Brasileira, e Le Roux, astro da Seleção Francesa, atleta do Sada/Cruzeiro.

Estatísticas presentes no site oficial da Superliga

Em termos de média, o jogador é o segundo no quesito, com 0,76 de aproveitamento em bloqueios vencedores (63) x sets (83). O líder é o central Maurício Souza, do SESC-RJ, que teve um aproveitamento de 0,79 (56/71).

Time do sonho da Superliga 2018/19 (retirado do site oficial)

A grande Superliga de Petrus rendeu a ele um lugar na Seleção dos Sonhos da competição como o central titular, ao lado de Maurício Souza, do SESC-RJ, do oposto Wallace, também do SESC-RJ, dos ponteiros Lucarelli, do Taubaté, e Sander, do Cruzeiro, do levantador Winck, do Minas, e do líbero Mario Júnior, do Maringá.

Rafael Gonçalves/FollowX Comunicação

Contratado no início da temporada 2018/19, Petrus, de 31 anos, já possuía experiência na Superliga por ter atuado por Sada/Cruzeiro e Minas, mas foi pelo Cavalo que obteve o maior destaque na competição. Com 2,02m e grande impulsão, o jogador se tornou um verdadeiro “muro” para os adversários. Sua permanência em Ribeirão, no entanto, não é garantida para a próxima temporada, uma vez que propostas de outras equipes devem aparecer e o contrato com a equipe ribeirão-pretana se encerra ao final da competição. Atualmente, o jogador está de férias, assim como todo o elenco e comissão técnica da equipe.

Postagens relacionadas

Bruno Henrique diz que Verdão precisa ter foco

Redação 1

Aos 60, morre Vander, ex-Botafogo e Comercial

William Teodoro

Botafogo orienta jogadores a voltarem para Ribeirão Preto

Redação 1

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade. Aceitar Política de Privacidade

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com