Tribuna Ribeirão
Cultura

Festival Choro da Casa chega ao Minaz

O 11º Festival Choro da Casa, que começou nesta quarta-feira (19) e segue até domingo, 23 de julho, traz pela primeira vez algumas das atividades de sua programação para o Teatro Minaz. O evento em como objetivo promover a música brasileira, em especial o chorinho, uma das expressões mais autênticas e ricas da cultura do país.

O festival é organizado pelo projeto Choro da Casa, Nesta sexta-feira, 21 de julho, o Teatro Minaz recebe o pianista, multi-instrumentista, produtor, arranjador e compositor André Mehmari, que irá realizar a oficina “Composição na prática”.

No encontro, aberto aos amantes do piano e da música em geral, André Mehmari comenta e toca em pontos importantes de sua carreira de mais de 30 anos. Neste encontro ele abordará alguns arranjos de música popular brasileira e sua concepção musical geral.

Passeia por temas que vão das teclas do piano até uma orquestra sinfônica, passando por variadas formações camerísticas. O bate-papo acontecerá às 16h30, com entrada gratuita e as inscrições para participar podem ser feitas no site da Cia. Minaz.

No sábado, dia 22, o regional de choro formado pelos músicos Alexandre Gonçalves (cavaco), Marcelo Carvalho (pandeiro) e Lucas Oliveira (violão 7 cordas), integrantes do projeto Choro da Casa, se juntam no palco com André Mehmari para o show “André Mehmari – Piano e choros”.

O repertório traz canções de Ernesto Nazareth (1863-1934), Jacob do Bandolim (1918-1969), Vadico (1910-1962), Tom Jobim (1927-1994) e K-Ximbinho (1917-1980), além de composições do próprio André Mehmari. O show será às 20 horas, com entrada gratuita, e os ingressos podem ser adquiridos no site da Minaz.

Considerado pela crítica “um artista singular de imaginação vibrante e generosa”, Mehmari teve seus primeiros contatos com a música através de sua mãe, Cacilda Mehmari, já em Ribeirão Preto. Mudou-se para São Paulo em 1995, com seu ingresso no curso de piano da Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP).

Compositor prolífico e requisitado, apontado como um dos mais originais e completos músicos brasileiros de sua geração e premiado tanto na área erudita quanto popular, teve suas composições e arranjos tocados por muitos grupos orquestrais e de câmara.

Na lista estão a Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (Osesp), Orquestra Sinfônica Brasileira (OSB), Filarmônica de Minas Gerais, Miami Symphony, Orchestre de Normandie, Quarteto da Cidade de São Paulo e Quinteto Villa-Lobos.

Recentes trabalhos incluem obras para o violoncelista Antônio Meneses e a trilha sonora da primeira série brasileira produzida para a plataforma Netflix. Além de uma vasta e premiada discografia composta por mais de 50 títulos (em grande parte registrados em seu próprio Estúdio Monteverdi), Mehmari possui uma ativa carreira internacional como solista.

André Mehmari Criou duos expressivos com músicos como Antonio Meneses, Mário Laginha, Gabriele Mirabassi, Antonio Loureiro, Maria João, Hamilton de Holanda, Marília Vargas, Ná Ozzetti, Rafael Cesário, Maria Bethânia e Mônica Salmaso.

Domingo – No domingo, dia 23, às 9h30, acontecerá mais uma edição da série Choro na Esquina, que receberá Javiera Hunfan Quarteto (Chile). Ela é natural de Santiago, capital do Chile. Iniciou seus estudos com o clarinete em 2015, despontando sempre interesse pela música popular brasileira.

Formou diversos grupos sendo uma figura importante para o movimento do Choro no Chile. Além disso, desenvolveu diversos projetos especializados em ritmos da música latinoamericana como tango, milonga, vals, pasillos e toadas. Participou da gravação do segundo disco da banda Sube.

Gravou um concerto ao vivo com o grupo La Molienda, além de colaborar em outros projetos de artistas do Chile. Seu último importante lançamento foi o disco “Enmarañao (2022)”, gravado com seu grupo Trio Enmarañao, lançado no Chile e em São Paulo.

Atualmente está no Brasil pesquisando e estudando o clarinete com os professores Nailor Proveta e Alexandre Ribeiro. A série “Choro na esquina” estreou em abril, com o objetivo de promover encontros com músicos de Ribeirão Preto e outras cidades, para difundir o Chorinho.
Até o momento o evento já reuniu mais de 600 pessoas, que acompanharam a apresentação dos integrantes do projeto Choro da Casa e convidados como Cacilda Mehmari e Fernanda Marx. O evento é gratuito e acontecerá no hall do Teatro Minaz, uma vez por mês. As ruas próximas ao teatro (Rua Deolinda e Carlos Chagas) serão fechadas.

O Teatro Minaz fica na rua Carlos Chagas nº 273, no Jardim Paulista, Zona Leste. Tem capacidade para 260 pessoas. A entrada é gratuita e os ingressos podem ser retirados no site da companhia (www.minaz.com.br), onde há mais informações sobre a companhia, ou pelo telefone (16) 3941-2722.

Serviço
Evento: 11º Festival Choro da Casa Show: “André Mehmari – Piano e choros”
Com: André Mehmari e regional de choro
Quando: sábado, 22 de julho
Horário: às 20 horas
Entrada: gratuita
Projeto: Choro na Esquina
Show: Javiera Hunfan Quarteto
Quando: domingo, 23 de julho
Horário: às 9h30
Entrada: gratuita
Ingressos: www.minaz.com.br
Onde: Teatro Minaz | Endereço: rua Carlos Chagas nº 273, Jardim Paulista
Capacidade: 260 lugares
Classificação: livre

Postagens relacionadas

Morre o criador do detetive Espinosa

Redação 1

Palace receberá eventos em série

Redação 1

RP recebe Jards Macalé

Redação 1

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade. Aceitar Política de Privacidade

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com