Tribuna Ribeirão
DestaquePolítica

Guarda Civil de RP vai receber R$ 905,63 mil 

Recursos são resultados de emendas parlamentares dos deputados estaduais Rafael Silva e Letícia Aguiar e do deputado federal Mario Palumbo (Alfredo Risk)

A Guarda Civil Metropolitana (GCM) de Ribeirão preto deverá receber, nas próximas semanas, R$ 905.636,07 de recursos para a aquisição de viaturas e armamento. O dinheiro é resultado de três emendas parlamentares enviadas para a corporação pelos deputados estaduais Rafael Silva (PSD) e Letícia Aguiar (PP) e pelo deputado federal Mário Palumbo (MDB).

Rafael Silva enviou R$ 492.771,11 para a aquisição de viaturas. Já Letícia Aguiar destinou R$ 92.86496 para a compra de oito espingardas e Mário Palumbo, mais R$ 320 mil para a compra de veículos para a corporação. Os projetos do Executivo que pedem autorização para abertura de crédito especial foram enviados para a análise a aprovação na Câmara.

O dinheiro será transferido da Secretaria Municipal da Fazenda para a pasta da Justiça, a qual a GCM é subordinada. Segundo o site oficial, a corporação contava com efetivo de 209 servidores – 163 homens e 46 mulheres e 22 viaturas, além de seis motocicletas.

No dia 27 de maio, a prefeitura de Ribeirão Preto deu continuidade ao concurso público para a contratação de guardas civis metropolitanos. A decisão foi tomada após a Justiça ter revogado a liminar de suspensão do concurso, tendo em vista o julgamento favorável da ação direta de inconstitucionalidade (Adin) impetrada no Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP).  

A Adin contra o limite de idade foi movida pela Procuradoria-Geral de Justiça de São Paulo contra a lei aprovada na Câmara de Vereadores e sancionada em 4 de novembro de 2022 pelo prefeito Duarte Nogueira (PSDB). A legislação impôs o limite de idade.

O mais recente concurso da Guarda Civil Metropolitana foi aberto em fevereiro do ano passado com a disponibilização de 60 vagas imediatas e outras 60 vagas para cadastro reserva. O certame foi realizado em cinco fases, sendo a primeira no dia 16 de abril com uma prova objetiva.

O concurso foi retomado “do ponto em que parou” com o chamamento dos candidatos para realização de exames médicos e a próxima etapa será a realização dos exames médicos dos candidatos que faltam. Na sequência, serão realizadas as etapas de investigação social e homologação do concurso.

Postagens relacionadas

Madonna chega ao Brasil e fãs comemoram

Redação 2

Motociclista fica ferida após acidente na Rodovia Anhanguera

William Teodoro

Comercial anuncia promoção de ingressos

William Teodoro

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade. Aceitar Política de Privacidade

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com