Tribuna Ribeirão
Política

Incêndio acelera a mudança de pastas

JF PIMENTA-ESPECIAL PARA O TRIBUNA

A Secretaria Municipal de Planejamento e Gestão Pú­blica vai mudar de endereço na próxima segunda-feira, 8 de junho. A informação foi divulgada pela prefeitura de Ribeirão Preto depois que um incêndio atingiu duas sa­las do antigo prédio da pasta, no antigo Mosteiro São Ben­to, construção histórica pró­xima ao Santuário Sete Cape­las, no começo da manhã desta terça-feira (2).

O edifício também aco­lhe as secretarias municipais da Educação e a Administra­ção, no Morro do São Bento, no Jardim Mosteiro, Zona Leste da Cidade. As chamas foram constatadas por vol­ta de 7h50. O fogo começou no segundo andar do prédio. Como o local tem várias di­visórias de material inflamá­vel, as labaredas consumiram as salas rapidamente e foram controladas após uma hora de trabalho do 9º Grupamento do Corpo de Bombeiros.

Apenas uma faxineira, um vigilante e uma copeira esta­vam presentes no momento do incêndio. Ninguém ficou ferido. A Polícia Técnica ainda não divulgou o que teria pro­vocado as chamas. A prefeitura informou que os prédios con­tam com rede de alarme e hi­drantes que foram acionados e utilizados pelos bombeiros no combate ao incêndio.

“Funcionários das secreta­rias do Planejamento, Admi­nistração e Educação foram dispensados por questões de segurança. As causas do incên­dio estão sendo apuradas”, diz a administração municipal em nota distribuída à imprensa. De acordo com o governo Du­arte Nogueira Júnior (PSDB), a partir da próxima segunda­-feira, as secretarias de Plane­jamento e a de Administração mudarão para o antigo prédio da Receita Federal, localizado na avenida Doutor Francisco Junqueira esquina com a ave­nida Plínio de Castro Prado.

O imóvel foi cedido a pre­feitura pela União. Já a Secreta­ria da Educação, que atende no mesmo prédio, também está de mudança. Até esta quinta-feira (4), vai para a sede da Compa­nhia Habitacional Regional de Ribeirão Preto (Cohab-RP), onde ocupará dois andares (1º e 2º) do edifício localizado na avenida Treze de Maio nº157, no Jardim Paulista, a poucos metros de distância. A Coha­b-RP continuará no mesmo local, no térreo. Já o atendi­mento das secretarias da Ad­ministração e Planejamento estão suspensos até a próxima segunda-feira por medida de precaução.

Em 2017, a juíza Roberta Steindorff Malheiros Melluso, da 1ª Vara da Fazenda Pública de Ribeirão Preto, concedeu liminar ao Grupo de Atuação Especial em Defesa do Meio Ambiente (Gaema) – órgão vin­culado ao Ministério Público Estadual (MPE) – e à Promo­toria de Justiça de Habitação e Urbanismo e barrou a visitação pública a vários locais do Par­que do Morro São Bento, por causa do risco de incêndio.

A prefeitura de Ribeirão Preto foi forçada a assinar um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) e provi­denciar o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB) das secretarias municipais da Administração, Educação, Planejamento e Gestão Pú­blica e do Complexo Esporti­vo Elba de Pádua Lima – Tim (Cava do Bosque, Ginásio Gavino Virdes), que abriga a pasta de Esportes.

Outros espaços foram in­terditados porque também dependiam do documento dos bombeiros, como as instala­ções do Bosque e Zoológico Municipal Doutor Fábio de Sá Barreto, teatros Municipal e de Arena Jaime Zeiger e as igrejas do Santuário de Sete Capelas.

Postagens relacionadas

Administração nega recurso a consórcio de captação de água do rio Pardo

Redação 2

‘Lei do Barulho’ volta ao plenário

William Teodoro

Transerp comemora decisão do Supremo

Redação 1

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade. Aceitar Política de Privacidade

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com